Fazendo a Maquiagem do Olho Esfumado
dica-de-maquiagem-para-noite-olhos-esfumados-passo-a-passo-1
      Após preparar a pele com corretivo, base e pó, com a sombra iluminadora aplique-a em toda a pálpebra móvel do olho e também abaixo da sobrancelha. O lápis delineador deve ser aplicado no contorno dos olhos, tanto na parte superior, rente aos cílios e também na parte inferior, na linha d’água. Não esquecendo dos cantos, interno e externo;

dica-de-maquiagem-para-noite-olhos-esfumados-passo-a-passo-2
      Ainda com o lápis delineador, aplique-o abaixo dos cílios inferiores, e após isso pegue o pincel de esfumar e esfume-o a linha do lápis preto. Espalhe-o bem, deixando-o bem esfumado;

dica-de-maquiagem-para-noite-olhos-esfumados-passo-a-passo-3
      Com a sombra marrom, aplique-a da metade dos olhos para a parte externa dos olhos, aplique também no côncavo dos olhos;

dica-de-maquiagem-para-noite-olhos-esfumados-passo-a-passo-4
     Volte a utilizar o lápis delineador, aplicando-a na parte superior externa dos olhos, como se estivesse fazendo um olho de gato. Passe uma boa quantidade para que você possa espalhar bem em seguida.

dica-de-maquiagem-para-noite-olhos-esfumados-passo-a-passo-5
     Com o pincel de esfumar, esfume bem o lápis preto até o lápis ficar todo espalhado nos olhos. Repare que a parte inferior dos olhos também está um pouco esfumada.

dica-de-maquiagem-para-noite-olhos-esfumados-passo-a-passo-6
     Com a sombra iluminadora, passe-a na parte interna dos olhos. Como seu olho ficará bem escuro, esta sombra dará um brilho e abrirá o seu olhar.

O verão está chegando, e com ele muita praia, sol, e corpo bronzeado!

Separei algumas dicas aqui, de qual biquíni você deve usar....

Barriguinha e pneuzinho...????





Aposte em:
- Calcinhas de laterais mais largas, que não marcam a parte do corpo que você quer justamente disfarçar!
- Partes de baixo mais altas, que fiquem um pouco abaixo do umbigo. Ter o cós em faixa ou dobrado também ajuda a disfarçar!
- Cores escuras, listras verticais e estampas miúdas. 

Evite:
- Peças de número menor que o seu. Se não for do seu tamanho, o biquíni vai te apertar e pode criar volume até onde não existe! Fuja também de tirinhas muito finas, que apertam demais o corpo.

Pouco peito??????





Aposte em:
- Tops com bojos, drapeados e torcidos e detalhes como laços, bordados e babados aumentam o volume da região.
- Aproveite para ousar nas cores e estampas na parte de cima: cores vivas e claras e desenhos grandes e coloridos criam a sensação de volume nos seios.
- Deixe o biquíni cortininha bem franzido para dar a impressão de mais volume. O tomara que caia torcido também ajuda nesse efeito!

Evite:
- Tops com alças largas e tomara que caias retos dão a impressão de seios ainda menores! Fuja!

Bumbum pequeno?????





Aposte em:
- Invista em calcinhas com babados, estampas grandes e coloridas (listras horizontais são ótimas!) e detalhes como laços, zíperes e bordados.
- Se estiver em forma, pode apostar nos lacinhos finos nas laterais, que dão mais volume à região.
- Calcinhas mais cavadas também dão a impressão de que o bumbum é maior!

Evite:
- Cores escuras e estampas miúdas na calcinha: assim como nas roupas, esses itens são bons para afinar e emagrecer – o que não é o objetivo no caso!




+ dicas:
Eu tenho... Flacidez: não tenha medo de investir nos maiôs! Super elegantes, eles são destaque nas passarelas e aparecem em modelos cada vez mais modernos. Ótimos para curtir a praia sem encanação.
Eu tenho... Cintura reta: biquínis com a lateral mais alta, formando um “V”, criam a ilusão de que o tronco é mais acinturado.
Eu tenho... Ombros estreitos: tops tipo frente única, com amarração e detalhes como estampas grandes e bordados dão a ilusão de volume nessa parte do corpo. Evite os tomara que caia.
Eu tenho... Ombros largos: prefira tops com alças largas e de destaque à parte de baixo: calcinhas com lacinhos nas laterais e de cores vivas equilibram a silhueta.

A maquiagem 3D é simplismente linda. Seu uso é bastante versátil, ela pode ser usada como um cosméstico de uso para eventos especiais e para sair a noite. Seus componentes realçam a beleza e deixam as cores mais evidentes e marcadas.

Além de ser usada para esse fim, ela também pode ser usada para esconder cortes, cicatrizes, feridas e demais imperfeições na pele. Por ter esse caráter versátil, ela caiu no gosto de muitas artistas do mundo todo.


Vou ensinar aqui um passo a passo para você não errar na maquiagem...


Primeiro aplique uma sombra iluminadora em toda a pálpebra móvel.

 


Agora aplique a sombra pink nos cantos internos da pálpebra móvel até o centro.


Depois de passar a sombra pink, aplique a  sombra azul nos cantos externos da pálpebra móvel até o centro.

 


Veja como fica a divisão de cores começando como rosa e terminando com o azul.

 


Aplique uma sombra preta nos cantos externos dos olhos como na imagem abaixo.

 


Veja como fica a divisão de cores começando com o rosa, com o azul e terminando com o preto.

 


Aplique delineador na linha dos cílios.

 


Aplique lápis preto na linha d'água dos olhos, inferiores e superiores.

 

Aplique a máscara de cílios.

 


 

Aplique pó facial em todos o rosto.



Prefira um blush em tonalidade rosada para combinar com a sombra.

 


E olha só como ficou o resultado!!!!


Maravilhoso!!!!

E ai oque acharam... Comentem!!!!
Veja como transformar aquela camiseta velha em lindas customizações...

Muito interessante a idéia..




PASSO A PASSO
Para você ter um short único e  customizado por você... Vai precisar de...
  1. Uma calça jeans velha
    Uma tesoura.
    Uma gilette.
    Um marcador.
    Um ralador de cozinha.
    20 Botões ao seu gosto.
    Uma agulha.

  2. -Vamos então começar o seu trabalho para poder ter uns calções de fazer inveja a quem não pode ter uns iguais e reaproveitar aquelas calças que tanto gosta.
    Em primeiro lugar e antes de mais nada vista as suas calças velhas e meça a altura dos calções que pretende. esta medição é importante para que as pernas dos calções fiquem do mesmo tamanho.Com um marcador marque na lateral a altura que pretende.Estenda agora as calças em cima duma mesa e marque de novo mas, agora a parte interna, 3 centímetros abaixo da marcação lateral. 
  3.  
  4. -Usando uma tesoura afiada corte a perna da calça em forma de U, tendo como referência os pontos marcados.
  5.  
  6. -Agora vai repetir o passo anterior mas, na outra perna da calça.
    Dobre de novo a calça ao meio e com o marcador faça a marcação em U.
  7.  
  8. -Agora que já tem as suas calças marcadas e cortadas desfie a barra da perna com a ajuda de um alfinete. Puxe os fios horizontais para que os verticais façam o efeito de franja.
  9.  
  10. -Pegue agora a sua gilete e desgaste o bolso da frente e a braguilha.Se quiser dar um aspecto mais desgastado passe nas pernas com um ralador de cozinha.
  11.  
  12. -Agora está na hora de pregar os botões no bolso de trás.
  13.  









Não jogue fora sua camiseta velha! Você pode fazer um biquíni lindo com habilidades de costura, tesoura, linha e agulha. Aprenda como....

1. Marque a onde você vai cortar
Use um giz ou um pedaço de sabão para demarcar os lugares a serem cortados na camiseta.Demarque o formato para a parte de baixo do biquíni. Desenhe um formato de ampulheta no meio da camiseta. Confira se você deixou espaço suficiente entre as duas curvas para cobrir a sua virilha, assim como se os dois semi-triângulos tem um tamanho suficiente para vestir você. Caso não se sinta muito segura fazendo isso a olho nu, experimente tirar as suas medidas.

2. Corte um quadrado ao redor da ampulheta
Vale lembrar que esse quadrado não vai ser cortado por toda a camiseta – deixe um pouco de espaço na lateral da camiseta (incluindo a costura). Prenda com alfinetes para manter as duas partes juntas. Prenda os alfinetes por dentro da ampulheta que você demarcou. Corte a ampulheta. Corte as mangas da parte que sobrou da camiseta. Inclua as costuras da camiseta ao cortá-la. Você vai apará-las depois. Remova a parte lateral comprida que sobrou da camiseta da parte de cima. O seu corte deve ir da costura do ombro até a bainha.

3. Dobre as metades do fundo e prenda as bordas com alfinetes
Dobre todo o redor da parte de baixo do biquíni e faça uma dobra de 1.7 ou 2.5 cm. Prenda no lugar com alfinetes. Costure as bordas juntas. Como a parte de baixo do biquíni é relativamente pequena, não leva muito tempo para costurá-la à mão. Mas se você quiser uma costura mais reta e resistente, a máquina de costura ainda é a melhor opção. Vá tirando os alfinetes conforme você vai costurando. Dobre a ampulheta pela metade, de modo que a parte de fora fique para dentro. Assim você pode ver as dobras e costuras que acabou de fazer. Costure para juntar os dois lados Costure os dois lados da parte que envolve a cintura. Vire do avesso e experimente.


4. Modele as mangas da camiseta para fazer a parte de cima do biquíni
Elas serão a parte de cima do biquíni. Corte-as em um formato que ao mesmo tempo seja do tamanho certo para você e cubra devidamente os seios.

5. Dobre e segure as bordas com alfinetes
Do mesmo modo que você fez com a parte de baixo, dobre as bordas com uma sobra de mais ou menos 1.7 a 2.5 cm por toda a peça. O resultado é um formato triangular para cada seio.

6. Costure as duas peças
Dá para costurar a mão, pois são peças relativamente pequenas. Mas a máquina de costura certamente poupa tempo e dá um resultado mais preciso. Vá tirando os alfinetes conforme você vai costurando. Corte tiras compridas da parte que sobrou da camiseta. Corte uma para formar as costas e duas para fazer a alça no pescoço.

7. Passe a corda pelo tubo oco que você deixou na base, para juntar as duas peças, deixando folga para amarrar nas costas.
Use uma agulha comprida para passar pela parte oca.Costure a base da parte de cima à corda de amarrar nas costas (opcional). Assim você garante que os triângulos que cobrem os seios não saiam do lugar. Costure depois de passar a corda pelo tubo oco. Seu biquíni está pronto!


Se você gosta de malhar, fique atenta a essas dez dicas, para ter resultados.
1. Não faça exatamente a mesma coisa, dia após dia:

Ao realizar sempre os mesmos tipos de exercícios, o corpo não se sente mais desafiado. Assim, o nível de condicionamento físico se mantém fixo, e você ainda fica sujeito a lesões por esforço repetitivo. Varie sempre seus treinos, varie na intensidade e na duração de suas sessões.

2. Não pule o pré-aquecimento nem o alongamento:

As pessoas praticam todos os tipos de exercícios diariamente, mas se esquecem do pré-aquecimento e do alongamento muscular. Exercícios de aquecimento orgânico geral (ou pré-aquecimento) e o alongamento são importantes para preparar os músculos, prevenir lesões e manter a postura adequada. Realize atividades que acelerem o metabolismo no início das atividades e realize de cinco a dez exercícios de alongamento, visando principalmente os maiores grupos musculares. Realize este alongamento ao final de cada prática de atividade física, enquanto a musculatura ainda está aquecida também. Mantenha cada alongamento por cerca de 15 a 30 segundos, de acordo com seus objetivos.

3. Não Treine além do seu limite:

Quando se fala em segurança e eficácia, não importa quanto peso você levanta, quanto você corre, quantos minutos você caminha, mas sim como são feitas essas atividades. Um dos maiores erros cometido pelas pessoas que fazem musculação, por exemplo, é realizar os exercícios rapidamente, sem nenhum controle e ainda, na fase de retorno a posição inicial do exercício (fase "excêntrica" do movimento) "soltam" o peso de forma que a gravidade passa a atuar e os músculos se relaxam. Em vez disso, realize cada repetição de maneira lenta e controlada para assegurar que os músculos é que estão fazendo o trabalho em todas as fases, e não a referida ação gravitacional. Para que se obtenha resultados significativos é importante que a fase excêntrica (a favor da gravidade), seja mais duradoura ou pelo menos igual a fase concêntrica (contra a gravidade).

4. Evite o treinamento excessivo (Over training):

Existem pessoas que acham que quanto mais se treina, melhor. Errado! Praticar exercícios intensos diariamente pode trazer efeitos deletérios, como a distensão muscular, a perda de "massa magra" (processo catabólico) e até mesmo uma regressão no nível de condicionamento. Se você é iniciante, comece devagar. Três dias por semana é seguro e eficaz. Se você é experiente, faça exercícios cardiovasculares não mais do que 5 a 6 horas por semana, no máximo 60 minutos por sessão/ dia. A musculação trabalhando os mesmos grupos musculares deve ser feita não mais do que três dias por semana. Exercite os grupos musculares em dias alternados. Somente dessa forma você poderá se livrar de um "over training", tão comum em atletas de alto nível.

5. Seja constante em seu treinamento:

Mudança muito freqüente diminui os benefícios de qualquer programa de exercícios. Uma rotina de "começa e para" não só é ineficaz, como também aumenta o risco de lesões. O fator mais importante para alcançar os resultados desejados é ser coerente com o exercício. Seja realista com a sua rotina de exercícios e respeite os horários!


6. Não ignore os sinais do corpo:

Praticar atividade física com dor não é uma boa idéia. É normal ao longo do exercício sentirmos um cansaço, ou até mesmo algumas dores localizadas. Porém se ao praticar algum exercício você sente um desconforto que dure mais que dois a três dias, ou ainda, fica pior progressivamente, e interfere na sua rotina diária, alerte seu treinador, interrompa o programa de treinamento e consulte um médico, imediatamente.



7. Descanse seu corpo diariamente:

É fundamental que descanse seu corpo de forma adequada diariamente. Descubra quantas horas você precisa para se sentir recuperado de um dia para o outro, tente seguir uma rotina de descanso. Se você dorme normalmente às 23h e acorda as 6h40, e seu corpo fica 100% recuperado, tente fazer isso com regularidade, pois esse tipo de conduta é um dos grandes alicerces de um treinamento de sucesso.

8. Pratique exercícios que realmente gosta:

Em qualquer área de nossas vidas, é muito mais fácil sermos bem sucedidos fazendo co que gostamos. Por mais que se diga, "eu não gosto de fazer nenhum exercício", você sempre encontrará alguma atividade que lhe atraia mais do que ter uma barriga "do tamanho do mundo". É questão de prioridades, do que você gosta mais: Caminhar um pouco todos os dias ouvindo uma música, curtindo a paisagem, distraindo-se e vivendo até os 60, 70, 80 anos ou ser completamente sedentário e ao longo dos anos aumentar as probabilidades de ter um AVC, uma parada cardíaca, um derrame, algo parecido e "de quebra" ainda ganhar uma "barriguinha" generosa, dia-a-dia?

9. Faça seus exercícios com prazer:

Você tem 3 possibilidades quando falamos em treinamentos: Não fazer, fazer com má vontade (fazer por fazer), ou fazer com ânimo e disposição. Não pense que existe somente a diferença entre fazer e não fazer, pois a forma com que você realiza seus exercícios é fundamental para sucesso de seu treinamento. Quando você realiza seu treino de sem prazer, seu corpo não o aproveita na plenitude, assimilando somente o básico de sua sessão. Em contrapartida quando você faz com prazer, se atenta em todos os detalhes e chega ao ponto de ter ganhos em pequenos detalhes cotidianos.

10. Atente-se a sua alimentação:

Pouco adianta treinar diariamente se o "combustível" dado para sua "máquina", o seu corpo, for inadequado. Alimente-se de forma saudável, busque orientação nutricional, pois para um treinamento ser completo precisa ter uma boa alimentação, uma boa série de exercícios e um bom descanso entre sessões. E como já falei anteriormente, somente aliando esses 3 fatores é que teremos realmente nossos objetivos e metas alcançadas através da atividade física regular.